No próximo dia 1 de Dezembro, a Sociedade Musical Euterpe de Portalegre celebra 158 anos de existência e o momento não poderia ser assinalado de forma mais especial. O tradicional desfile pela cidade de Portalegre vai realizar-se no início da tarde, seguindo-se a apresentação do livro «A Visão do Som». O dia fecha com um especial concerto que servirá também para homenagear o maestro Henrique Ruivo, depois de quinze anos a dirigir a banda da associação.

Depois de no passado mês de Julho ter sido anunciada a saída do maestro Henrique Ruivo da direcção artística da Banda da Sociedade Musical Euterpe (SME), foi com naturalidade que surgiu o tema do concerto do 158º aniversário da associação. Os últimos quinze anos estão recheados de momentos de ouro na história da SME e era impossível não fazer um merecido tributo ao brilhante percurso do responsável por este capítulo. Surgiu assim «Homenagem ao Maestro Henrique Ruivo», um espectáculo emocionante, que reúne novos sons e obras marcantes dos últimos anos, contando, ainda, com muitas surpresas.

Mas, este ano, há mais motivos de interesse. O tradicional desfile da banda pela cidade, com o cumprimento às principais entidades, tem início às 15:30, seguindo-se a apresentação do livro «A Visão do Som», da autoria do professor António Pascoal. A obra, com prefácio do maestro António Victorino d’Almeida, reúne um conjunto de fotografias captadas em ensaios e concertos da Euterpe, que mostram de uma forma única rostos, emoções e a dedicação de um grupo de trabalho em palco.

O convite está feito. A apresentação do livro «A Visão do Som» está marcada para as 18:30, no pequeno auditório do Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre. Já o grande auditório vai ser o espaço do espectáculo «Homenagem ao Maestro Henrique Ruivo», com início às 21:30.